Água doce

Contra agentes patogénicos e algas flutuantes

Quando a água apresenta uma turvação esverdeada, os proprietários de aquários e lagos não têm qualquer dúvida que as algas se propagaram e invadem o ambiente dos peixes e das plantas. Mas quais são as possíveis causas do crescimento de algas e como podemos combatê-lo eficazmente?

Se há algo que realmente incomoda os aficionados de aquários e lagos, são as algas. Quando se tornam uma praga, também representam um perigo para a saúde dos peixes e das plantas. Além disso, as algas impedem a contemplação das esplêndidas cores dos habitantes. As causas podem ser muito variadas.

Os valores determinantes para um crescimento excessivo de algas são o teor de fosfato e o teor de nitrato na água. Uma concentração de nitrato a partir de 50 mg/l aumenta a susceptibilidade dos peixes a doenças, enquanto o fosfato, já em pequenas quantidades, estimula o crescimento de algas. Portanto, estes valores devem-se verificar em intervalos regulares, por exemplo com o SERA aqua-test set. Assim é possível determinar se a degradação do azoto no aquário ou no lago funciona correctamente. Um indício: se a água já apresenta uma turvação esverdeada, significa que há um excesso de nutrientes. Por sua vez, isso significa que o teor de nitrato é demasiado alto. Outra possível fonte de nitrato excessivo é a água da torneira.

Além disso, a qualidade do alimento também tem um papel importante. SERA vipan, por exemplo, é uma solução segura para os proprietários de aquários. Este alimento base contém uma proporção equilibrada de proteínas e muitos outros nutrientes. Os peixes digerem-no e aproveitam-no muito bem, de modo que a água não é poluída desnecessariamente.

Também uma quantidade excessiva de alimento para peixes pode favorecer o crescimento de algas. Dar de comer duas a três vezes ao dia, em pequenas quantidades, é suficiente. Conselho: ao dar de comer aos peixes, distribua apenas a quantidade que eles possam consumir no prazo de dois a cinco minutos. Caso a densidade de população seja elevada, também é aconselhável reduzir a quantidade de peixes e, portanto, a poluição da água.

Outra causa de uma proliferação excessiva de algas é uma iluminação incorrecta. Tanto uma quantidade excessiva de luz solar como a utilização de tubos fluorescentes inadequados na tampa do aquário estimulam o crescimento de algas.

Contra as algas flutuantes e para reduzir significativamente os agentes patogénicos, parasitas e vírus, é útil o SERA sistema UV-C de 24 W. É um complemento ideal para a filtragem mecânica y biológica. A lâmpada UV-C tem efeitos meramente físicos. Assim, é possível eliminar as desagradáveis algas flutuantes e as turvações da água. Uma particularidade deste aparelho são as ligações, que se podem girar, e que, portanto, permitem ligá-lo facilmente, mesmo em situações complicadas.

Para livrar, com eficácia, os peixes desta praga, naturalmente os proprietários de aquários também podem recorrer ao SERA aquariaclear, que tem efeitos meramente biológicos e não contém substâncias activas prejudiciais.

Assim, põe fim à proliferação de algas. Os peixes ornamentais vivem num ambiente saudável e não há mais nada que impeça observar estes magníficos animais.


 

Manuais sera

Consulte os nossos manuais detalhados. Desde os primeiros passos até à alimentação correta e questões de saúde

Manuais sera