Répteis

Tratamento específico e eficaz de doenças de répteis

Nova gama de tratamentos de SERA

Os aficionados de répteis sabem de imediato se o seu animal está doente, seja por falta de apetite ou por ruídos estranhos ao respirar. Para combater os parasitas mais variados, agora a SERA desenvolveu uma gama de produtos de tratamento para répteis que até esta data é única no seu género.

Com os novos produtos de tratamento SERA med Professional, os donos de terrários tratam os seus répteis de forma específica.

Com os novos tratamentos da gama SERA med Professional – SERA Tremacestol, Oxyspirol, Eimerol e Flagamola – que se vendem sem receita, os donos de terrários combatem as doenças dos seus animais de forma específica. Estes produtos foram desenvolvidos por cientistas do laboratório de SERA sob a direcção do professor doutor Günter Schmal, e a sua eficácia na prática foi comprovada em colaboração com o centro alemão de répteis (Deutsches Reptilien-Zentrum) em Springe, Alemanha.

SERA Tremacestol oferece ajuda eficaz contra tremátodes e ténias. Os tremátodes e cestodes afectam principalmente as cobras e outros répteis carnívoros. Assim, no caso de indícios de falta de apetite, redução da vitalidade e do crescimento, a substância activa contida no tratamento, Praziquantel, actua de modo eficaz, cujos bons resultados têm sido comprovados já há muito tempo.

SERA Oxyspirol, por sua vez, é adequado quando o animal está contaminado por nemátodos e ácaros dos pulmões. Os sintomas no caso de nemátodos intestinais vão desde os problemas digestivos até à perda de peso. Uma respiração difícil, assobios ou a boca aberta em posição de repouso são sintomas de ácaros dos pulmões.

No entanto, o animal também se pode infectar com coccídeos: trata-se de parasitas unicelulares que ocupam com frequência os ductos biliares, os rins e o intestino. Os sintomas são falta de apetite, diarreia, perda de peso... podendo até mesmo causar a morte. Para este tipo de infecções deve utilizar SERA Eimerol. A sua substância activa Diclazuril combate a doença de modo específico e é muito bem tolerada por todos os répteis, especialmente os animais jovens.

Flagamol ajuda no caso de contaminações por amebas e flagelados, que se encontram entre os parasitas mais frequentes dos animais do terrário. Enquanto as tartarugas superam uma infecção deste tipo sem quaisquer problemas e, por isso, não necessitam de tratamento, esta doença significa uma ameaça de morte para as cobras e outros répteis carnívoros. Pode causar falta de apetite, perda de peso e inflamação do intestino. A substância activa 5-nitro-1,3-tiazol-2-ilazano presente no Flagamol actua de modo específico contra as amebas e os flagelados.

Todos os produtos de tratamento foram desenvolvidos exclusivamente para os répteis, tendo em consideração a sua biologia especial.

São tão concentrados que a quantidade de líquido que se deve aplicar é mínima e a sua utilização não representa quaisquer problemas para o aficionado experiente. No caso de animais novos, também é aconselhável efectuar um tratamento em quarentena para evitar a propagação de parasitas nos outros animais.

 


 

Manuais sera

Consulte os nossos manuais detalhados. Desde os primeiros passos até à alimentação correta e questões de saúde

Manuais sera