Água doce

Eu quero esse peixe!

Com as suas cores brilhantes, movimentos elegantes e barbatanas impressionantes, não é de surpreender que as crianças ficam encantadas ao ver os peixes. Mas será que todas as espécies de peixes são realmente adequadas para as crianças? E o que deve ter em conta durante a compra e o transporte?

“Eu quero esse peixe!”: quando os pais ouvem essa frase, muitas vezes não podem dizer que não. No entanto, para a escolha do peixe são necessários os conhecimentos de um adulto. Afinal de contas, as crianças devem poder desfrutar do seu animal de companhia durante muito tempo. Por isso, há que ter em consideração que para as crianças as espécies ideais são aquelas que não são complicadas, no que diz respeito às condições da água e à alimentação.

Os guppies e os platies, por exemplo, são peixes cheios de vida e pacíficos que não são muito exigentes em matéria da qualidade da água. O mesmo se pode dizer da Coridora Bronze (Corydoras aeneus). Trata-se de um peixe de fundo de carácter sociável, mas necessita de uma pequena superfície com areia para poder consumir o seu alimento. Ao realizar a compra, é imprescindível certificar-se de que os peixes não apresentem indícios de doença, como por exemplo os olhos inchados ou pequenos pontos brancos.

Agora, o novo animal de companhia só tem que chegar são e salvo ao quarto das crianças. Para que já esteja pronto um aquário decorado de forma adequada, a SERA oferece conselhos úteis, como por exemplo um vídeo que mostra os diferentes passos da montagem e decoração do aquário.

Para o transporte do peixe, o mais adequado é um saco com cantos arredondados, para que o peixe não possa ficar preso. Para o proteger contra fortes variações de temperatura, o saco deve-se cobrir com papel de jornal.

Chegou a altura de o transferir para o novo ambiente. Para adaptar a temperatura, primeiro deixe flutuar o saco fechado com o peixe durante 15 minutos na água do aquário. Em seguida, abra o saco e dobre a borda superior. Depois, deixe entrar água do aquário aos poucos, em pequenas quantidades. Assim, o peixe pode-se habituar lentamente ao seu novo lar.

 


 

Manuais sera

Consulte os nossos manuais detalhados. Desde os primeiros passos até à alimentação correta e questões de saúde

Manuais sera